Convênios e credenciamentos

25 DE OUTUBRO PARALISAÇÃO GERAL!!!

     A situação do cirurgião-dentista que atende pacientes de plano de saúde se agrava a cada dia, isto porque as empresas de odontologia de grupo, a partir dos últimos dez anos, direcionaram seus vultosos negócios para o setor da odontologia, onde existe fartura de oferta de profissionais e uma generosa demanda de consumo. Uma verdadeira terra sem lei, onde as operadoras mandam e desmandam sem nenhuma contrapartida, praticando honorários aviltantes, impondo regras em relação a glosas e prazos de pagamentos nos tratamentos concluídos e, absurdamente, obrigando os conveniados a adotarem procedimentos contra a ética e a dignidade profissional.

     Com visão unicamente mercadológica e de lucro fácil, as operadoras exigem que os consultórios pessoas físicas transformem-se em pessoas jurídicas. Existem situações simplesmente inacreditáveis, como faz a Associação de Assistência Plena em Saúde, PAME que obriga o cirurgião-dentista a obter do usuário do plano conveniado um termo de responsabilidade, onde este “tem ciência” que aquele profissional (por não ter diploma de especialidade) “…não está credenciado perante esta Instituição para realização dos procedimentos…”; ou seja, além do constrangimento tanto do profissional quanto do paciente, este produz prova contra si próprio, na hipótese de questionamentos futuros.

     De modo geral, os planos de saúde dental não fornecem os extratos detalhados dos pagamentos realizados, bem como praticam glosas sem os critérios estabelecidos na ética profissional; ou seja, o convênio faz de gato e sapato o conveniado em razão da certeza de que, para cada descredenciamento existem dez profissionais na lista de espera.

     Felizmente em boa hora, as entidades odontológicas nacionais e regionais estão se mobilizando para reverter esta realidade.

     DIA 25 DE OUTUBRO PARALISAÇÃO GERAL NOS ATENDIMENTOS DOS CONVÊNIOS.

     Sem mobilização e união resta apenas aceitar o que é imposto, trocando meia-dúzia por seis.

Envie para o SCDRJ aquilo que é praticado pelo seu plano de saúde e é contrário ao interesse da odontologia
scdrj@scdrj.org.br

 

Esta entrada foi publicada em Diversos. Adicione o link permanente aos seus favoritos.