Jornal Extra divulga paralisação nos atendimentos dos convênios

 

Publicado em Notícias | Deixar um comentário

Previdência social

     Vai se aposentar ou tem dúvidas sobre direito previdenciário?

     O SCDRJ mantém convênio com escritório de advocacia previdenciária que pode auxiliar o sindicalizado em todos os assuntos relacionados com aposentadoria, revisão de aposentadoria e toda legislação pertinente. Agende sua consulta pelo telefone 2532-0912.

Publicado em Diversos | Deixar um comentário

Convênios e credenciamentos

25 DE OUTUBRO PARALISAÇÃO GERAL!!!

     A situação do cirurgião-dentista que atende pacientes de plano de saúde se agrava a cada dia, isto porque as empresas de odontologia de grupo, a partir dos últimos dez anos, direcionaram seus vultosos negócios para o setor da odontologia, onde existe fartura de oferta de profissionais e uma generosa demanda de consumo. Uma verdadeira terra sem lei, onde as operadoras mandam e desmandam sem nenhuma contrapartida, praticando honorários aviltantes, impondo regras em relação a glosas e prazos de pagamentos nos tratamentos concluídos e, absurdamente, obrigando os conveniados a adotarem procedimentos contra a ética e a dignidade profissional.

     Com visão unicamente mercadológica e de lucro fácil, as operadoras exigem que os consultórios pessoas físicas transformem-se em pessoas jurídicas. Existem situações simplesmente inacreditáveis, como faz a Associação de Assistência Plena em Saúde, PAME que obriga o cirurgião-dentista a obter do usuário do plano conveniado um termo de responsabilidade, onde este “tem ciência” que aquele profissional (por não ter diploma de especialidade) “…não está credenciado perante esta Instituição para realização dos procedimentos…”; ou seja, além do constrangimento tanto do profissional quanto do paciente, este produz prova contra si próprio, na hipótese de questionamentos futuros.

     De modo geral, os planos de saúde dental não fornecem os extratos detalhados dos pagamentos realizados, bem como praticam glosas sem os critérios estabelecidos na ética profissional; ou seja, o convênio faz de gato e sapato o conveniado em razão da certeza de que, para cada descredenciamento existem dez profissionais na lista de espera.

     Felizmente em boa hora, as entidades odontológicas nacionais e regionais estão se mobilizando para reverter esta realidade.

     DIA 25 DE OUTUBRO PARALISAÇÃO GERAL NOS ATENDIMENTOS DOS CONVÊNIOS.

     Sem mobilização e união resta apenas aceitar o que é imposto, trocando meia-dúzia por seis.

Envie para o SCDRJ aquilo que é praticado pelo seu plano de saúde e é contrário ao interesse da odontologia
scdrj@scdrj.org.br

 

Publicado em Diversos | Deixar um comentário

Confira o seu FGTS na internet

O site http://www.fgts.gov.br permite ao trabalhador verificar o saldo do FGTS, imprimir o extrato de suas contas vinculadas e alteração de cadastro, entre outros serviços, como saber se a empresa está depositando o Fundo corretamente ou não. O acesso a esses dados é assegurado pelo Cartão Cidadão e a respectiva senha obtida junto à Caixa Econômica Federal.

Publicado em Notícias | Deixar um comentário

Estado e Município

Permanecem engavetados os Planos de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) dos servidores das secretarias de saúde do Estado e do Município.

O governo Sérgio Cabral e o prefeito Eduardo Paes que tiveram expressivas votações entre o eleitorado popular esquecem de suas promessas de campanhas, especialmente no tocante ao oferecimento de uma assistência de qualidade à saúde da população. Mais do que inaugurar postos de saúde, reformar hospitais, comprar equipamentos e ambulâncias, é prioritário valorizar os profissionais da saúde com salários e condições de trabalho dignos. Antes de eleitos ambos expuseram detalhadamente de onde conseguiriam os recursos para implantação dos PCCS. Eleitos tudo voltou a estaca zero. Com a aproximação das eleições estaduais, Sérgio Cabral já articula com seus assessores a reedição do velho e desgastado discurso de valorização dos servidores da saúde. É fundamental que os cirurgiões-dentistas servidores públicos tenham consciência de que o atual momento político exige debates nos locais de trabalho e participação nas lutas conduzidas pelo movimento sindical da saúde.

Publicado em Diversos | Deixar um comentário

Trajetória do piso salarial de R$ 7 mil para os Cirurgiões-Dentistas

O Projeto de Lei nº 3734/2008 que fixa o piso salarial para cirurgiões-dentistas e médicos em R$7 mil encontra-se na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara Federal. Aprovado o Projeto seguirá para apreciação do plenário da Câmara e em seguida para o Senado Federal. Um caminho lento e complexo que depende da pressão exercida pelos profissionais. É sabido que a posição do Governo Federal é contrária a aprovação do piso sob alegação de que inviabilizaria a folha de pagamento dos municípios, dos governos estaduais e dos patrões das empresas de saúde.

Publicado em Notícias | Deixar um comentário

Aposentadoria Especial

O Supremo Tribunal Federal concedeu Mandado de Injunção de nº 823, reconhecendo o direito dos cirurgiões-dentistas do Distrito Federal a contagem especial do tempo de serviço insalubre prestado no período estatutário. A decisão alcança apenas os servidores do Distrito Federal, mas é um precedente para os servidores estaduais e municipais das demais regiões.

Na decisão o ministro Celso de Mello reconheceu a inércia do Poder Público em regulamentar o direito à aposentadoria especial dos servidores públicos estatutários, determinando que os pedidos de aposentadoria daqueles que trabalham em condições especiais sejam analisados à luz do art. 57 da Lei nº 8213/91. A decisão foi publicada no Diário da Justiça de 18/06/2009, sendo a Advocacia Geral da União intimada em 19/06/2009, conforme acompanhamento judicial colhido do site do STF.

Cabe lembrar que os profissionais regidos pelo Regime Geral de Previdência Social (celetistas e autônomos) já são beneficiados com a contagem de tempo especial, nos termos da NR 15 e da Lei nº 8213. Se o cirurgião-dentista não estiver recebendo a insalubridade ou a periculosidade, deve entrar com ação própria buscando o reconhecimento desses adicionais. Se já estiver recebendo deverá requerer ao INSS a contagem diferenciada para tal período.

Publicado em Notícias | Deixar um comentário

Imbra S/A: O retrato da odontologia de mercado

Certamente não será a primeira nem a última vez que cirurgiões-dentistas e pacientes serão vítimas de empresários inescrúpulosos que, aplicam seus golpes milionários favorecidos pela mercantilização da odontologia.

Em outubro a empresa de implantes dentários, Imbra S/A, com 26 filiais em 11 estados, cerca de 3 mil cirurgiões-dentistas colaboradores e uma carteira com aproximadamente 25 mil clientes, entrou com pedido de auto-falência na 2ª Vara de Recuperação Judicial e Falência da capital paulista, envolvendo R$ 225 milhões.

Há anos, o SINDICATO DOS CIRURGIÕES-DENTISTAS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, denuncia as grandes mutretas que ocorrem na odontologia empresarial, tendo sempre como pano de fundo as fraudes a legislação trabalhista e o total desrespeito ao exercício profissional.

A exemplo de outras especialidades, os implantes dentários transformaram-se em mercadorias de lojas de conveniências. A regra tornou-se excessão. A Imbra, por exemplo, servia-se de requintada mídia televisiva e impressa para iludir a população com a expectativa de tratamento de qualidade a preço de banana, capitando dinheiro fácil sem a garantia da contrapartida do atendimento, como se isso fosse possível. A quebra era inevitável e deixou no prejuízo milhares de empregados, pacientes e fornecedores. É bom lembrar que a Imbra é apenas a ponta do iceberg. Agora é correr atrás do prejuízo.

Muitos cirurgiões-dentistas com contratos celetistas foram transformados em pessoas jurídicas, passando a emitir notas fiscais com CNPJ próprio sob o controle da Receita Federal.

Publicado em Notícias | Deixar um comentário

Cirurgiões-Dentistas do Rio de Janeiro

O MOVIMENTO DA SAÚDE que luta por melhorias salariais, condições dignas de trabalho, implantação do PCCS e concursos públicos, envolvendo os servidores da rede municipal de saúde do Rio de Janeiro, a cada dia ganha mais força.

O SINDICATO DOS CIRURGIÕES-DENTISTAS/RJ tem participado das atividades do Movimento através dos representantes Ricardo Coutinho (Hospital Lourenço Jorge), Antônio Luiz Parada e José Roberto Corrêa (diretores do SCDRJ). Nos meses de maio e junho foram realizadas Assembléias nos Hospitais Municipais Souza Aguiar, Lourenço Jorge e Miguel Couto. Os pontos básicos da pauta unificada são: piso salarial de R$ 9.188,22, implantação do PCCS para ativos e aposentados, condições dignas de trabalho, concursos públicos, equiparação salarial entre estatutários e contratados por OS’s.

O SCDRJ realizou um levantamento detalhado da situação geral da odontologia no âmbito da Secretaria Municipal de Saúde e constatou a existência de diversas distorções salariais nos contracheques entre os servidores cirurgiões-dentistas lotados em cerca de 115 unidades (hospital de urgência/emergência, adolescentro, centro de especialidades odontológica (CEO), centro municipal de saúde (CMS), centro municipal de reabilitação, clínica da família, hospitais municipais, policlínica, postos de assistência (PAM), postos de saúde (PS), postos de saúde da família (PSF) e unidades integradas de saúde (UIS)). Embora sendo casos isolados, tais distorções podem ser facilmente solucionadas por via administrativa já que não interferem na dotação orçamentária.

O SCDRJ oficiou ao prefeito Eduardo Paes para que todos os cirurgiões-dentistas lotados na urgência/emergência façam jus a produtividade prevista no Decreto 20785 e que esta seja definitivamente incorporada ao vencimento básico. Existem ainda, servidores que deixaram de receber o abono prêmio por desempenho, por encontrarem-se em licença saúde ou de outra natureza.

Em relação as condições de trabalho existem unidades que sequer dispõem de consultórios odontológicos ou outros equipamentos indispensáveis ao exercício profissional. Segundo o representante sindical Ricardo Coutinho a adesão ao Movimento é a garantia das conquistas contidas na pauta unificada.

Na Assembléia Geral do Hospital Souza Aguiar foi aprovado por unanimidade a decisão de que a partir de 03/07 (2ª feira) os servidores não preencherão as guias de AIH e as internações ocorrerão através de fichas de anamnese e BE.

Participe e Divulgue!!!

Publicado em Notícias | Deixar um comentário

Em razão do crescimento do MOVIMENTO DOS SERVIDORES DA SAÚDE DO RIO o Governo municipal determinou a Procuradoria Geral do Município do Rio de Janeiro que remetesse o ofício ao Sindicato dos Médicos, onde se centraliza o MOVIMENTO por equiparação salarial, melhores condições de trabalho, concursos públicos, PCCS e paridade para os aposentados, com visível objetivo de intimidar a diretoria da entidade com fundamentos jurídicos absurdos e irreais.

Diante de tal fato está sendo divulgada uma NOTA DE ESCLARECIMENTO AOS MÉDICOS DA REDE PÚBLICA DO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO, na qual o SINMED demonstra que o artifício jurídico do governo municipal não tem amparo legal e que o melhor caminho para superar a crise na rede municipal de saúde é o entendimento através do diálogo e não da INTIMIDAÇÃO.

Toda ação sindical tem amparo na Constituição Federal e demais legislações pertinentes.

É dever dos sindicatos a defesa intransigente dos interesses da categoria que representa. Logo, a prática do governo Eduardo Paes surpreende tal como fez, em passado recente, o governador Sérgio Cabral ao ofender a categoria médica e descumprir as suas promessas de campanha.

O SINDICATO DOS CIRURGIÕES-DENTISTAS DO RIO DE JANEIRO (SCDRJ) que integra o MOVIMENTO, endossa totalmente a NOTA DO SINMED e CONVOCA A TODOS OS SERVIDORES DA REDE MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO A PARTICIPAREM DO MOVIMENTO DOS SERVIDORES DA SAÚDE.

NA DEMOCRACIA, GOVERNO É PARA GOVERNAR NÃO PARA INTIMIDAR QUEM DEFENDE OS INTERESSES DOS TRABALHADORES!!!

Publicado em por miltonandrade | Deixar um comentário